Construção de ponte em local errado pode acabar com o projeto do Aeroporto de Itaperuna - Itaperuna Notícias

Últimas

Post Top Ad

terça-feira, abril 27, 2010

Construção de ponte em local errado pode acabar com o projeto do Aeroporto de Itaperuna

Itaperuna foi selecionada para receber investimentos em seu aeroporto, no entanto, existe paralelamente a este projeto, outro, que se propõe a construir a uma nova ponte. A polêmica gira em torno do local escolhido para a construção da ponte, que poderia prejudicar as pistas do aeroporto.

Itaperuna foi selecionada para compor a rede estadual de aeroportos com um grande projeto. Este foi elaborado pelo Comando da Aeronáutica em parceria com o Estado a partir de um estudo que revelou a existência de médio potencial sócio-econômico para a demanda da aviação regular e não regular de passageiros (pax).

Esse projeto foi desenvolvido em 2002 e faz parte do PAERJ – Plano Aeroviário do Estado do Rio de Janeiro. Dos aeroportos do Estado administrados pelas Prefeituras Municipais, somente 4 serão transformados em AEROPORTOS REGIONAIS DE MÉDIO PORTE, estando aptos a receberem aeronaves da aviação regular até 60 passageiros. É o caso do aeroporto de Itaperuna.

Até junho de 2009, foram reformados e já estão em pleno funcionamento os aeroportos de Cabo Frio (agora Categoria Internacional), Resende (Categoria Regional) e Angra dos Reis (Categoria Local de Pequeno Porte). O próximo investimento poderá ser em Itaperuna. Só depende agora do interesse da Prefeitura Municipal em executar este maravilhoso projeto, pois a configuração da proposta do mesmo já existe, inclusive, com a previsão de verbas orçadas em R$ 3.308.695,00 (valor previsto em 2002) parceladas em 03 fases para esse grande investimento em nosso município.

Estamos compartilhando essas informações em busca de apoio da população Itaperunense, a fim de que possamos evitar o que sempre aconteceu em Itaperuna, quando era anunciada a vinda de algum bom investimento: “O DESINTERESSE TOTAL DA ADMINISTRAÇÃO MUNICIPAL EM RECEBER E DAR TODA A AJUDA NECESSÁRIA À SOLIDIFICAÇÃO DESSES INVESTIMENTOS EM NOSSA CIDADE ”.

Não queremos afirmar que isso ocorrerá novamente, mas já estamos sentindo algo errado no governo. As conseqüências poderão ser desastrosas, ou seja, NOVAMENTE O FANTASMA DO RETROCESSO PAIRANDO NO DESENVOLVIMENTO DE ITAPERUNA.

EXPLICAREMOS:
Gostaríamos de deixar bem claro que somos efetivamente a favor de todas as obras que venham a colaborar com o desenvolvimento do município. Apoiamos e parabenizamos todas as iniciativas de quaisquer obras, desde que não venham a prejudicar ou interferir em outra obra essencialmente importante.

INFELIZMENTE, temos informações que a obra da ponte que ligará os bairros Frigorífico e Aeroporto está para ser construída próxima à rampa de descida da cabeceira 06 da pista de pouso e decolagem do aeroporto, tendo ainda o seu fluxo projetado para cruzar perpendicularmente essa mesma cabeceira, tomando a direção da Av. Ernani do Amaral Peixoto que fica paralelamente à pista do aeroporto. Não vamos entrar no mérito de falar do fluxo pesado que passará pela tranqüila Avenida e indo desafogar em uma estreita curva que dá acesso à rua Bom Jesus. Queremos sim frisar que, independentemente da autorização da ANAC, o local escolhido para a construção da ponte e o sentido que o seu fluxo tomará impedirão a expansão da pista de pouso e decolagem para 1.500 metros (como consta no projeto) e limitará o tráfego aéreo para Itaperuna; impedirá a viabilização de voos noturnos; estará desrespeitando o próprio Plano Diretor do Município em seus artigos 58/59 (a proteção do entorno do aeroporto para garantir o bom funcionamento do tráfego aéreo e a segurança dos habitantes do município); e por fim, estará destruindo o sonho de termos um aeroporto de porte médio com voos para os grandes centros, trazendo assim para a nossa região grandes empresários com grandes investimentos.

Até o presente momento, apesar de tentarmos buscar informações, não tivemos provas quanto à garantia de que a obra naquele local não iria prejudicar ou limitar todo o processo de revitalização e ampliação do nosso aeroporto.

PERGUNTAMOS: POR QUE NÃO CONSTRUIR A PONTE NUM OUTRO PONTO DA MARGEM DO RIO?

- > Por exemplo: Próximo ao Frigorífico (de onde sai um fluxo de caminhões) seguindo em linha reta até a BR 356 na altura da extinta ITACOLA.
-> Ou talvez na direção de alguma rua próxima ao Corpo de Bombeiros.

Outras opções existem, o que está faltando é a humildade em admitir o erro na escolha do correto local. Por que insistem nesse local colocando em risco, além da segurança da população, um projeto de tão grande importância e que se resume na seguinte frase: “ porta principal de entrada para o crescimento em nível regional, estadual, nacional e até mesmo internacional “?

Por Tito de Freitas Geraldo