10/10/09 - Itaperuna Notícias

Últimas

Post Top Ad

sábado, outubro 10, 2009

Defesa Civil cadastra voluntários em Itaperuna

sábado, outubro 10, 2009

O Departamento Municipal de Defesa Civil está cadastrando voluntários para ajudar nas ações de Defesa Civil, devido a possibilidade de ocorrerem fortes chuvas em Itaperuna, ocasionando enchentes. Todos os cidadãos maiores de 18 anos podem ser voluntários colocando à disposição seus esforços ou sua especialidade como: médicos, engenheiros, professores, eletricistas, motorista, dentre outros. Os voluntários também podem disponibilizar materiais para serem utilizados nas enchentes, ou seja, emprestando embarcação, motor de popa, caminhão, trator etc. Materiais que possam auxiliar nas retiradas das famílias em locais de alagamento.

Melhores informações através do telefone: (22) 3824 6334.

Fonte: DECOM

SAIBA MAIS >

Secretaria de Ação Social de Itaperuna distribui roupas doadas pelo Governo Estadual

sábado, outubro 10, 2009
A Secretaria Municipal de Ação Social, Trabalho e Habitação está distribuindo cerca de 6 mil peças de roupas doadas pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro. A distribuição é coordenada pelo Centro de Referência de Assistência Social de Itaperuna (CRAS).

Hoje, o CRAS possui aproximadamente 10 mil famílias cadastradas, o que facilitou o processo de seleção dos beneficiados, aqueles mais necessitados. Foi realizada uma atualização no banco de dados da Secretaria, de forma que cada família beneficiada receba um protocolo que lhe confere o direito de receber uma peça de roupa por membro da família.

Para a atualização dos dados, ou até mesmo para fazer parte do programa, procure o CRAS mais próximo de sua residência. O CRAS funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Melhores informações através do telefone (22) 3824-6301.

Pólos do CRAS:

Aeroporto - Rua Bom Jesus, 1113, Perto da esquina do Tiro de Guerra. Tel.: 3822-6208
Surubi - Av. Porto Alegre, 1000 perto da Rua Porciúncula. Tel.: 3820-1196
São Mateus - CIEP do São Mateus Tel.: 3824-4074
Vinhosa - Anexo à 4ª Igreja Batista, Rua Júlio César, 1183. T el.: 3824-3642
Niterói - Av. Santo Antônio, s/n° ao lado da igreja Ágape. Tel.: 3820-1730

RELEMBRANDO - Itaperuna recebeu no dia 10 de julho a visita da secretária de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Estado do Rio de Janeiro, Benedita da Silva. Na ocasião foram doadas 59 mil peças de roupa para Itaperuna e os seguintes municípios: Natividade, Italva, Bom Jesus do Itabapoana, Varre Sai, Porciúncula, Laje do Muriaé, São José de Ubá, Cambuci, Cardoso Moreira, Itaocara, Miracema, Santo Antônio de Pádua, Aperibé, Santa Maria Madalena, São Sebastião do Alto, Cantagalo e Macuco.

“A doação vai amenizar a situação daqueles que precisam. São atos como esse que nos encorajam para ir em frente, e quem sabe, algum dia podermos erradicar os problemas sociais”, disse Franciney França, secretário de Ação Social de Itaperuna. O vice-prefeito Fernando Fernandes, o Paulada, agradeceu a doação e elogiou a atitude da secretária Benedita da Silva. “Temos que estar atentos aos problemas e quando necessário, pedir socorro aos secretários do Estado. A secretária tem muita competência e ainda vai fazer muito por Itaperuna”.

Segundo Benedita da Silva, a Receita Federal apreendeu as roupas e seria realizado um leilão. “Conversamos com o governador e ele autorizou a fazer a distribuição das roupas para os municípios do interior”. Ainda de acordo com ela, a assinatura do termo de doação se faz necessária para dar credibilidade e transparência na distribuição. O critério quantitativo de distribuição das roupas foi realizado de acordo com o mapa de pobreza do Estado do Rio de Janeiro. A cerimônia de assinatura do termo de doação de roupas aconteceu no Centro Poliesportivo de Itaperuna.

Fonte: DECOM
SAIBA MAIS >

Projeto ‘Alô Alô Pais’ em Itaperuna

sábado, outubro 10, 2009
Com objetivo de trabalhar a orientação aos pais na educação dos filhos, foi lançado na última terça-feira (06/10), o projeto “Alô Alô Pais”. O projeto é uma iniciativa do Conselho Tutelar e do Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), juntamente com apoio da Secretaria de Educação e Secretaria de Ação Social, Trabalho e Habitação de Itaperuna.

O lançamento aconteceu na Escola Municipal Francisco de Mattos Ligiéro, no Bairro Cehab, às 17h e teve a presença do prefeito Cláudio Cerqueira Bastos (Claudão), do vice-prefeito Fernando Paulada, secretários, juízes e outras autoridades.

Fonte: DECOM
SAIBA MAIS >

Centro de Referência Especializado de Assistência Social - CREAS

sábado, outubro 10, 2009
O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), assistido pela Secretaria de Ação Social, Trabalho e Habitação de Itaperuna, faz parte do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) e oferece apoio e acompanhamento especializado a indivíduos e famílias que estejam em situação de ameaça e/ou violação de seus direitos sócio-assistenciais.

Público Alvo - crianças, adolescentes, jovens, mulheres, pessoas idosas, portadores de necessidades especiais, pessoas que estão em situação de rua com vínculo familiar e social rompido, pessoas que sofrem violência sexual, psicológica, física, adolescentes em conflito com a lei e outras formas de demandas que provoquem danos à sua condição de vida e que as impedem de usufruir de seu bem estar físico, psicológico e social.

O trabalho realizado pelo CREAS objetiva proporcionar a essas pessoas qualidade de vida, proteção a família e reparação aos possíveis danos causados pelo enfrentamento de situação que causam danos às suas vidas e convivência. Hoje, o trabalho realizado pelo CREAS recebe demandas do Ministério Público e Disque-Denúncia que visam o atendimento a crianças e adolescentes em situação de violação de seus direitos, bem como o Serviço de Orientação e Acompanhamento a Adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativa.

De acordo com o psicólogo Matheus Garcia o trabalho realizado com as famílias dos adolescentes visa potencializar os esforços em relação aos cuidados e proteção a esses, uma vez que um dos objetivos do CREAS é fortalecer os vínculos familiares e a capacidade protetiva da família. Há também um acompanhamento familiar através de visitas periódicas.

Existe ainda, uma demanda freqüente em atender idosos em situação de violência psicológica, física, negligência e maus tratos, sendo necessário um acompanhamento que viabilize condições favoráveis para o bem estar dessas pessoas, assim como fortalecer os vínculos familiares entre seus membros, na busca da efetivação do Estatuto do Idoso.

O população do município de Itaperuna conta com a atuação do CREAS, não como quantificador de índices de conflitos, mas sim, como órgão público atuante em defesa das famílias itaperunenses. Melhores informações sobre o CREAS podem ser obtidas na Secretaria Municipal de Ação Social, Trabalho e Habitação, ou através do telefone: (22) 3824 6301.

Fonte: DECOM
SAIBA MAIS >

Festa de Setembro foi um sucesso

Circuito Cultural SESI - Outubro de 2009

MEC estuda mudar inscrição no ProUni por causa de atraso no Enem

sábado, outubro 10, 2009
Entrega de documentos seria adiada para depois do início das aulas.
Estudante assinaria termo de compromisso após a inscrição.

Por causa do atraso nas provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Ministério da Educação (MEC) estuda mudar o procedimento de inscrições do Programa Universidade para Todos (ProUni). Para acelerar o processo, a ideia da Secretaria de Ensino Superior do órgão é adiar a parte da entrega de documentos que comprovam a condição sócio-econômica. A informação foi confirmada pela assessoria do órgão nesta sexta-feira (9).

Pela proposta em estudo pela secretária Maria Paula Dallari, o estudante assinaria um termo de compromisso logo após a inscrição e entregaria os documentos depois do início das aulas. Essa mudança só valeria para o processo do primeiro semestre de 2010, no qual seriam ofertadas cerca de 150 mil bolsas.

A previsão é que as inscrições comecem na segunda semana de fevereiro. Podem pedir a bolsa integral os estudantes que fizeram o Enem e que tenham renda familiar, por pessoa, de até um salário mínimo e meio (R$ 697,50). A bolsa parcial, de 50% do valor da mensalidade, é destinada a estudantes que tenham renda familiar, por pessoa, de até três salários mínimos (R$ 1.395).

Fonte: G1
SAIBA MAIS >

Luiz Melodia neste sábado no Teatro SESI de Itaperuna

sábado, outubro 10, 2009
“Eu sei que não sou majestade. Não tenho, nem quero coroa. Eu quero é cantar na cidade”. Estes versos de O Rei do Samba (Miguel Lima/ Arino Nunes) talvez funcionem como uma síntese da atual fase de Luiz Melodia, que se apresenta neste sábado, dia 10 de outubro, no Teatro SESI Itaperuna. Em seu primeiro trabalho essencialmente como intérprete, ele busca, sem firulas ou intervenções modernosas, potencializar os sentidos da palavra cantada. Em Estação Melodia, a voz dialoga diretamente com seus interlocutores, sem intermediários. E quando este diálogo é movido a samba, as coisas fluem ainda com mais naturalidade.

Há seis anos, Melodia acalentava a idéia de um projeto sobre samba. Paralelo a isso, em meados de 2006, o cantor foi convidado para fazer um show especial em comemoração aos 70 anos do Teatro Rival. Focado em sambas de várias épocas, o espetáculo seria o embrião, por assim dizer, do disco. No carnaval deste ano, o repertório foi fechado e um desejo antigo começava a se delinear. Assim, cinco anos depois de seu último cd em estúdio, Melodia volta à cena com um trabalho de interpretação; que não deixa, em última instância, de ser também de composição: a assinatura que o cantor imprime às canções é tão particular, que perpassa a nítida impressão de co-autoria.

Conceitualmente, Estação é um mergulho estético e temático no samba dos anos 30, 40 e 50. O que não exclui canções de décadas posteriores, que aqui ganham a roupagem sonora “daquele tempo”. Com isso, o cantor Melodia brinca de cantar, cuja precisão vocal ganha ainda mais brilho associada à descontração característica do tema em questão. O compositor Melodia só aparece em uma faixa, a incondicional Nós Dois (em parceria com Renato Piau), cuja beleza dos versos evidencia o grande arquiteto de canções que neste disco prefere dar novo sentido às músicas alheias.Produzido por Humberto Araújo, Estação Melodia ratifica o intérprete de vários recursos e matizes. Não só. Alcança a proeza de desfiar um repertório de sambas antigos e clássicos (alguns nem tanto) sem cair na banalidade, trilhando em fio reto os caminhos da coesão. Melodia lança aqui sua visão simbólica sobre o universo do samba, através de seus elementos mais flagrantes: nesta Estação não faltam os passarinhos, a mulher idealizada, o quintal, o desalento, a redenção...Melodia pode não ter e querer coroa, mas o samba, com certeza, é sua nobreza.

Ingressos no SESI: R$ 15,00 (inteira) e R$ 7,50 (meia – Clientes SESI Clube, Terceira Idade e Estudantes)
Data: Sábado, 10 de outubro
Horário: às 20h

Classificação: Livre para todas as idades

Realização: Circuito Cultural SESI-RJ - Sistema FIRJAN

Apoio: Departamento de Cultura - Prefeitura de Itaperuna, Faculdade Redentor, Estilo Off, Hotel Caiçara

Mais informações: 3811-9200

Fonte: Patrícia Monteiro
DECOM -SESI/SENAI Itaperuna
SAIBA MAIS >

Calcinha Preta em Itaperuna

sábado, outubro 10, 2009
A banda se aprensenta em Itaperuna no Parque de Exposição, um realização da Dimensão.

"Caminho das Índias" acabou , mas uma música de sua trilha não será esquecida tão cedo. Tema de Norminha (Dira Paes), "Você Não Vale Nada, mas Eu Gosto de Você" transformou a banda Calcinha Preta em fenômeno.

Depois de emplacar a versão na novela, o grupo passou a fazer até 30 shows por mês --antes a média era de 20. A façanha é resultado de apresentações dobradas nos fins de semana. Cada uma custa cerca de R$ 80 mil.

O Calcinha Preta tem 13 anos de estrada. São cinco vocalistas, nove músicos, oito bailarinos e 42 técnicos que viajam de ônibus para cumprir a maratona. A sede da banda é em Aracaju (SE).

Com a força de um genuíno hit, "Você Não Vale Nada..." abre e fecha os shows nas vozes de Silvânia e Bel.

"A galera vai ao delírio", contou Bel de dentro do ônibus, em uma entrevista dificultada pelo sinal ruim do celular. "Pela primeira vez uma música de forró ganhou espaço, passaram a olhar o forró com outros olhos."

O cantor Bel, que está na banda há 14 meses --antes, era do Cavaleiros do Forró--, acredita que o sucesso tem reflexo para todo o gênero. "Estão admirando nosso trabalho e isso é bom para todo movimento do forró", exagera.

Com esquema de produção própria, a banda já lançou 21 CDs e três DVDs. Chegou a vender 350 mil cópias de um disco. O álbum custa em média R$ 10. Os vídeos do Calcinha Preta já tiveram pelo menos 100 milhões de acessos no YouTube.

De autoria do compositor Dorgival Dantas, a música é também um dos ringtones mais vendidos do país e está em uma propaganda da Caixa Econômica Federal.

No próximo dia 11, a banda se aprensenta em Itaperuna no Parque de Exposição, um realização da Dimensão.

Fonte: DeOlhoNaNoite
SAIBA MAIS >