10/05/09 - Itaperuna Notícias

Últimas

Post Top Ad

segunda-feira, outubro 05, 2009

CRAS promove capacitação profissional em Itaperuna

segunda-feira, outubro 05, 2009
O Centro de Referência de Assistência de Itaperuna (CRAS) busca criar oportunidades com ações que promovam o resgate da cidadania. O centro investe na orientação de valores éticos e morais, com o propósito de oferecer à comunidade opções atrativas de atividades que motivem e resgatem os jovens em situações de risco, aqueles vulneráveis ao álcool, à violência, à sexualidade prematura e às drogas. Na tentativa de combater esses males, o CRAS oferece lazer, atividades artísticas, culturais, educacionais e capacitação profissional.

Em reuniões e palestras, a equipe técnica do CRAS aborda temas pertinentes às situações-problema que possam surgir no decorrer do desenvolvimento do projeto, auxiliando e proporcionando suporte psicológico, pedagógico, de assistência social e outros que se fizerem necessários. Maryellen Resende, coordenadora do CRAS, ratifica os objetivos do centro. “O programa tem como finalidade prestar atendimento sócio-assistencial às famílias da comunidade. Atuamos na busca de soluções que permitam amenizar ou resolver os problemas apresentados às assistentes sociais ou psicólogos, possibilitando assim uma melhoria nas condições de vida da comunidade”, comenta.

Além dos psicólogos e assistentes sociais, a equipe técnica do CRAS é composta por profissionais de áreas multidisciplinares, que ministram cursos de capacitação e geração de renda. A Secretaria de Ação Social, Trabalho e Habitação coordena o projeto, que oferece cursos de limpeza de pele, manicure, massoterapia e drenagem linfática, depilação, cabeleireiro, além das atividades físicas e culturais, como capoeira, música e ginástica.

O CRAS atende aproximadamente a 1.500 pessoas por mês. Recentemente 30 pessoas concluíram o curso de manicure e já estão aptas a desenvolver a função. O CRAS funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Melhores informações podem ser obtidas através do telefone da Secretaria de Ação Social (22) 3824 6301, ou diretamente nos seguintes pólos:

AEROPORTO - Rua Bom Jesus, 1113, Perto da esquina do Tiro de Guerra. Tel.: 3822-6208
SURUBI - Av. Porto Alegre, 1000 perto da Rua Porciúncula. Tel.: 3820-1196
SÃO MATEUS - CIEP do São Mateus Tel.: 3824-4074
VINHOSA - Anexo à 4ª Igreja Batista, Rua Júlio César, 1183. T el.: 3824-3642
NITERÓI - Av. Santo Antônio, s/n° ao lado da igreja Ágape. Tel.: 3820-1730

Fonte: DECOM
SAIBA MAIS >

Secretaria de Agricultura de Itaperuna inspeciona produtos de origem animal

segunda-feira, outubro 05, 2009
Você se preocupa com a qualidade dos produtos de origem animal que compra? E ao chegar ao supermercado, você confere a data de validade e se o produto possui algum selo de qualidade? Atitudes como essas deveriam fazer parte da rotina dos consumidores, mas sabemos que nem sempre os consumidores agem assim. A Secretaria de Agricultura de Itaperuna se preocupa com a qualidade dos produtos de origem animal produzidos no município e mantém uma equipe de fiscalização em frigoríficos, fábricas de queijo, iogurte, torresmo, produtos defumados, dentre outras fábricas, para que os consumidores tenham sempre um produto final de qualidade.

"Temos a responsabilidade sobre a inspeção desses produtos no município. Nossos técnicos são capacitados pelo Ministério da Agricultura e os mantemos em tempo integral, nos estabelecimentos de abate de grande porte", diz Décio Zampier, secretário de Agricultura. Os abatedores menores também são acompanhados pela fiscalização, mediante agendamento prévio para a fiscalização do abate. A equipe de fiscalização é composta por dois veterinários e oito técnicos agrícola.

Em Itaperuna existem 32 estabelecimentos inspecionados pela Secretaria de Agricultura e que por seguirem as normas estabelecidas, recebem o selo de qualidade do Serviço de Inspeção Municipal (SIM). “O município nunca teve uma equipe técnica como tem hoje. Quando assumimos a Secretaria, alguns estabelecimentos estavam fechados. Nós percebemos a necessidade de colocá-los em funcionamento e estamos conseguindo. Geramos emprego, renda e fazemos o dinheiro circular dentro da cidade”, comenta o secretário. A população deve ficar atenta ao selo de qualidade e dar preferência aos produtos fiscalizados.

A Secretaria mantém fiscalização permanente em um dos abatedores de frango, devido ao tamanho do estabelecimento. Em média são abatidos 12 mil frangos por mês. Segundo Isabel Cristina de Souza, técnica em agropecuária, a inspeção ocorre desde a chegada das aves até a saída do produto para consumo. “O nosso trabalho é permanente. Cuidamos da higienização e do descarte de frangos que apresentam algum problema, ou até mesmo, cheguem mortos”, diz. A técnica explica que devido a fragilidade do frango, muitos não sobrevivem ao percurso da granja até o abatedor.

A Guia de Trânsito Animal (GTA) é um documento de suma importância para o processo de abatimento, como explica o veterinário Anípio Pires. "Sem esse documento a carga não pode nem sair do local de origem. O abatimento só acontece se a documentação estiver em dia. A guia é como se fosse uma garantia de que o lote esteja em bom estado", diz. Através desse documento é possível acompanhar o histórico do lote, o que facilita a identificação de possíveis problemas.

A Secretaria de Agricultura também se preocupa com o meio ambiente e realiza periodicamente a fiscalização na caixa de decantação dos abatedores, de maneira que os resíduos "pesados" fiquem retidos e a água chegue limpa à rede de esgoto. Os empresários que desejarem o selo de qualidade do SIM devem entrar em contato com a Secretaria de Agricultura. O serviço é gratuito. O consumidor que encontrar alguma irregularidade nos produtos com o selo SIM, também podem entrar em contato com a Secretaria de Agricultura de Itaperuna, através do telefone (22) 3824 6373.

Fonte: DECOM
SAIBA MAIS >

Prorrogadas até o dia 15 de outubro as inscrições

segunda-feira, outubro 05, 2009
Foram prorrogadas até o dia 15 de outubro as inscrições para o Prêmio Rio Sociocultural 2009, que contemplará dez iniciativas socioculturais inovadoras realizadas em municípios do Estado do Rio de Janeiro. O Prêmio, promovido pelo RIOSOLIDARIO em parceria com o Instituto Cultural Cidade Viva – ICCV, tem o patrocínio da CEG - Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro. Conta, ainda, com o apoio do SEBRAE-RJ e da UNESCO.

O Prêmio Rio Sociocultural 2009 tem como objetivo valorizar e divulgar ações que contribuam para o crescimento social, para a autoestima das comunidades e que gerem trabalho, renda, cidadania e fortalecimento da identidade fluminense. A cerimônia de premiação será dia 4 de dezembro, na Sala Cecília Meirelles, no Rio de Janeiro.

As inscrições são abertas a instituições públicas, ONGs, iniciativas pessoais e de grupos. Poderão concorrer apenas ações que sejam realizadas há pelo menos um ano. A premiação será em dinheiro, e todos os 10 finalistas serão contemplados com R$3 mil. Os cinco primeiros lugares ganharão mais R$5 mil cada, totalizando um valor de R$55 mil em prêmios.

Para promover as inscrições, os organizadores farão encontros com agentes culturais, secretários de cultura e ação social de mais de 80 municípios. Serão realizados lançamentos regionais em cidades como Itaperuna, Volta Redonda, Petrópolis, Angra dos Reis e Cabo Frio, entre outras.

Francis Miszputen, produtora-executiva do Prêmio, destaca os principais critérios que serão avaliados pelo Comitê Técnico na seleção dos finalistas: “Vamos contemplar soluções simples, inovadoras, pioneiras, que dispensem grandes investimentos e que tenham potencial multiplicador para outras localidades”, diz. Além destes critérios, também serão levados em conta projetos que promovam o desenvolvimento socioeconômico através da arte e da cultura, valorizando grupos socioculturais locais e a identidade sociocultural fluminense.

As inscrições, gratuitas, podem ser feitas através do preenchimento do formulário, disponível no site www.premioriosociocultural.com.br , e envidas até o dia 30 de setembro para Instituto Cultural Cidade Viva, na Rua São Bento, 09, 1° andar Centro, Cep: 20.090-010, Rio de Janeiro, RJ. Informações pelo telefone: 21 2233 3690.

Informações para a imprensa:
Marcelle Braga - Cel.: 21 7814 4820

Lu Nabuco - Cel.: 21 9405 4125

SAIBA MAIS >