Itaperuna oferece tratamento gratuito de espuma para varizes - Itaperuna Notícias

Últimas

Post Top Ad

sexta-feira, abril 20, 2018

Itaperuna oferece tratamento gratuito de espuma para varizes

O método substitui a cirurgia.

A Secretaria de Saúde de Itaperuna oferece tratamento gratuito de espuma para varizes. O município é o primeiro da região Noroeste a oferecer esse tipo de tratamento pela rede de Sistema Único de Saúde - SUS.

O primeiro passo para realizar o tratamento gratuito é marcar a consulta com o Angiologista no Centro de Saúde Raul Travassos, às terças-feiras, às 06 horas da manhã. Após a consulta de avaliação, o (a) paciente receberá um encaminhamento para marcar o início do tratamento no Hospital São José do Avaí (entrada social). É importante ressaltar que nos dias agendados para a aplicação da espuma o paciente deverá levar a meia indicada. Após a sessão, o paciente já sai com curativo e a meia. 

Até um tempo atrás, somente a cirurgia era eficiente para tratar as varizes (veias dilatadas por alterações na circulação sanguínea). No entanto, a escleroterapia ecoguiada com espuma (ou injeção de espuma) tem ganhado destaque como uma técnica simples e eficaz para esses casos. Ela é realizada em consultório, sem cortes, internação, nem anestesia.

A técnica de aplicação de espuma é bem mais simples que a cirurgia e muito eficaz, também, para feridas nas pernas e os resultados são excelentes.

COMO É O PROCEDIMENTO?
1. O médico agita a seringa com um medicamento que forma espuma e a injeta no vaso. O método deve ser realizado com a ajuda de um ultrassom para que o especialista localize com precisão a veia que será tratada.

2. A substância se expande e gruda nas paredes internas do vaso, empurrando o sangue para fora. Sem sangue, a veia vai secar com o tempo. Depois de fazer esse procedimento, é necessário usar uma meia elástica por cerca de 15 dias, mas a paciente sai andando e nem precisa fazer repouso. A pele próxima à área tratada pode ficar escura, mas a mancha costuma desaparecer em até três meses. Em alguns casos, é preciso consultar um dermatologista para fazer um tratamento que clareie a pele de novo por completo.

É CONTRA-INDICADO PARA:
Pessoas com história de alergia ao Polidocanol e pessoas que não possuem muita mobilidade, pois após a aplicação é necessário que o paciente ande como parte do tratamento).