Mineroduto Minas-Rio afirma em nota que desenvolve projetos para Natividade - Itaperuna Notícias

Últimas

Post Top Ad

segunda-feira, janeiro 10, 2011

Mineroduto Minas-Rio afirma em nota que desenvolve projetos para Natividade

A Rádio Itaperuna noticiou, no dia 20 de dezembro de 2010, que proximadamente cento e cinqüenta pessoas na cidade de Natividade estão sofrendo com o descaso das empresas responsáveis pelas obras de construção do mineroduto Minas-Rio.

Os moradores do bairro Parque Lajinha reclamam da falta de comprometimento com que estão sendo tratadas as questões referentes às explosões realizadas pela construtora.


A onda de choque provocada pelas explosões faz estremecer o terreno, e conseqüentemente as residências que ficam nas proximidades estão sofrendo. Rachaduras nas paredes, piso quebrado, lajes trincadas e na maioria dos casos infiltrações estão atormentando a vida dos moradores do bairro.


Neste sábado (08), a empresa divulgou um nota sobre o assunto.


"A empresa esclarece que a obra do mineroduto possui impactos identificados e medidos, que foram apresentados junto aos órgãos ambientais competentes para a obtenção de todas as licenças necessárias para a execução das atividades. As explosões são pontuais e realizadas somente quando, durante a escavação, a obra se depara com uma rocha, que só é removida com detonações. Para essa operação, são tomadas medidas de segurança, na forma das normas que regulamentam o assunto: há isolamento total de no mínimo 500 metros, com retirada de pessoas e animais dessa área durante o evento, há retenção de tráfego na estrada, se a operação for próxima. A empresa contratada pela Anglo American para esse tipo de operação é especializada e credenciada junto ao Exército brasileiro para realizar a atividade. Na região de Natividade, as detonações estão em fase final de execução. A empresa desenvolve, em parceria com outras instituições, projetos como Estações de Tratamento de Água, aterro sanitário de uso coletivo e capacitação de mão de obra na região de Natividade e outros municípios por onde há obra do mineroduto".

Fonte: Rádio Itaperuna AM

Post Top Ad